VÍDEO-ENDOSCOPIA DIGESTIVA

É um exame rotineiro no diagnóstico das doenças do aparelho digestivo. O método é simples, preciso, seguro e indolor. O exame é realizado por um médico especializado, que utiliza um tubo flexível fino com menos de 1,0 cm de diâmetro chamado fibroscópio. Na extremidade do aparelho há chip eletrônico que gera imagens de alta resolução visualizadas em um monitor.


Existem dois tipos de fibroscópio. O gastroscópio é utilizado para exames da parte alta do aparelho digestivo (esôfago, estômago e porção inicial do duodeno). Já o colonoscópio, é específico para visualização da parte baixa do aparelho digestivo (intestino grosso ou colo e o reto).

Com a VÍDEO-ENDOSCOPIA DIGESTIVA é possível realizar técnicas que compreendem a retirada de fragmentos de mucosa (biópsias), células e secreções para exames anatomopatológicos, bacteriológicos e parasitológicos.

O exame é iniciado com uma anestesia local em spray da orofaringe, uma das divisões da faringe. Depois o paciente recebe uma sedação, que proporciona um perfeito relaxamento e bem-estar. A realização da VÍDEO-ENDOSCOPIA DIGESTIVA com gastroscópio acontece com o paciente deitado do lado esquerdo. O tubo é introduzido através da boca e a seguir pelo esôfago, estômago e duodeno. Sempre que possível o gastroscópio é avançado até à segunda porção do duodeno, fazendo-se a observação à medida que o aparelho é gradualmente retirado.

Indicações

A VÍDEO-ENDOSCOPIA DIGESTIVA serve para avaliar sintomas como dores abdominais, náuseas, vômitos ou deglutição difícil. É também o melhor exame para encontrar a causa de hemorragia digestiva.

O exame é importante na detecção de processos inflamatórios, úlceras ou tumores (benignos ou malignos) do esôfago, estômago e duodeno. Serve para avaliar a eficácia de tratamentos, bem como para diagnosticar lesões e condições pré-cancerosas.

Enquete

Você vai ao médico periodicamente?